sábado, 29 de dezembro de 2012

Lua de hoje

Hoje a Lua é toda mulher,
Toda beleza,
Toda fortaleza,
Toda bem-me-quer.

Hoje a Lua é toda amante,
A derramar luz de seu seio,
Ela hoje é toda devaneio
Ora se deita aqui, ora está distante.

Hoje a Lua é toda bela,
Meio se mostra, meio se esconde.
De soslaio nos olha, ao longe,
Faceira, imensa e amarela.

Hoje a Lua é toda amor,
E vai se deitar serena,
Nesta noite morena,
E nos convida sem pudor.

Morena, corre e vem ver,
No mesmo céu que nos une,
Bailando, entre nuvens, impune,
Hoje a Lua é toda você.

Thiago Marques (Salvador, 29/12/2012)





Nenhum comentário:

Postar um comentário